300 Congress Street, Suite 204
Quincy Massachusetts USA 02169

Phone:1-617-353-0014
Fax:1-617-859-9798

Conselho de Ministros avalia situação da Ébola em Cabo Verde

Conselho de Ministros avalia situação da Ébola em Cabo Verde

Publicado em 03-10-2014
O Conselho de Ministros, reunido, nesta quinta-feira, 02 de Outubro fez o balanço das medidas de controlo e prevenção contra o Ébola adoptado em todo o país e tomou medidas visando a prevenção e o equilíbrio.
Em conferência de imprensa realizada, nesta manhã de sexta-feira, 03 de Outubro, para dar a conhecer os resultados do Conselho de Ministros, a Ministra-Adjunta e da Saúde, Cristina Fontes Lima, informou que os Estados Unidos passaram a estar incluídos na lista dos países afectados pelo ébola e ficam assim submetidos a resolução 66 de 20 de Agosto, com os ajustamentos tomados a 01 de Setembro. Isto é, explicou, os cidadãos estrangeiros, nesse caso, dos EUA, não residentes, poderão entrar apenas por razões que se justifiquem autorizados, após a confirmação de um caso de Ébola neste país.
De acordo com Cristina Fontes Lima, assim como tem acontecido com todos os países afectados pelo ébola, os voos com os Estados Unidos não sofrerão supressão e nem haverá restrições de entradas de nacionais e de estrangeiros residentes, lembrando que a situação do Ébola vem evoluindo rapidamente, pelo que o Governo deverá se reunir com frequência a fim de reavaliar as medidas adotadas, e, eventualmente, tomar outras que se impõe.
O Governo, segundo a Ministra, concluiu que há uma evolução da epidemia do Ébola, pelo facto de aparecer um caso num outro continente, como já tinha sido projectado.
O Senegal, anunciou, deverá sair da lista dos afectados no dia 09 de Outubro, seja, 42 dias depois do registo do último caso, assim como a Nigéria, mostrando-se satisfeita com essa decisão uma vez que os voos semanais de Cabo Verde para o Senegal reduziram de cinco para um, o que resultou num impacto económico negativo para os dois países.
De acordo com Cristina Fontes Lima, a Organização Mundial da Saúde é a única instituição que deve indicar a entrada e a saída de qualquer país na lista dos países afectados pelo Ébola. No caso do Senegal, a OMS deverá indicar a sua saída da lista países afectados.

Informações Adicionais

  • Fonte da Noticia, Cortesia de/News provided, Courtesy of: :
  • Pagina do Governo
  • Publication Date:
  • Oct-06-14

Login

SimpleSocial

Connect with us on these various social networking sites!

A sua opinião é valiosa | Diga-nos o pensa – Clique aqui - We Value your Feedback | Please let us know what you think  Click Here